[ editar artigo]

Porta-retratos

Porta-retratos

Observo fotos em profusão.

Percebo momentos congelados,

mas nem sempre preservados,

tais quais pequenas gotas de emoção.

 

Testemunhos de lembranças,

guardadas no limbo das reminiscências,

que afloram em nossa consciência

como imateriais heranças.

 

Na sala, no quarto, em destaque,

expondo cenas de família e amigos,

merecendo aplausos da melhor claque

pelos instantes intensamente vividos.

 

Partes de um confuso quebra-cabeça,

onde cada peça guarda a sua riqueza,

mimetizada em imagens e cores

de inesquecíveis alegrias e amores.

 

Edito o longo filme de uma vida.

Monto, a partir de dispersos fotogramas,

um universo de histórias comovidas,

que me rementem a romances e dramas.

Literatura

TAGS

poema

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você