[ editar artigo]

Agonia e folia

Agonia e folia

 

Colombinas, Pierrôs e Arlequins,

fantasias vestindo a realidade,

enuviando o coração da cidade

com um festival de amores,

um enxoval de luzes e cores...

 

Explosão de alegrias,

exaltação de emoções

de pessoas e intensões,

de mundos e rotinas,

na ilusão de novas vidas.

 

Com um sorriso brejeiro,

aproveita seu dia, a bela passista,

marcando seu passo guerreiro,

no compasso de um samba enredo,

puxado na voz rouca do jovem parceiro.

 

Abafados pelo murmúrio do surdo

ou pelo repenicar ligeiro

do tamborim folheiro.

gritos e sussurros reprimidos,

afloram em amores aguerridos.

 

Tamanha tensão e agonia

represando tanta loucura

que extravasa em extrema folia

nos quatro dias de carnaval

ou num carnaval de qualquer dia.

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você