[ editar artigo]

Assim seja

Assim seja

Lapidar a pedra,

inerte, no caminho,

E dela extrair o sumo pueril,

 que aspira um dia ser.

Tocá-la, não apenas

Com a ponta dos dedos,

Mas com o âmago de mim.

Parir gotículas de pura luz,

No ventre das páginas

Daquele livro prenhe de poemas...

Assim seja [sorrateiramente], a força

Dos ventos eflúvios, aos pés das montanhas.

Assim seja a palavra indomável,

A qual, de súbito [como sempre], me toma,

E já não consigo respirar...

E nem viver...

Assim seja!

 

Maroel Bispo, psicólogo e poeta, membro efetivo da Academia de Letras e Artes de Feira de Santana, cadeira nº 5, patrono Alberto Boaventura. Membro correspondente da Academia de Letras do Brasil, seccional Mato Grosso do Sul. Diretor da Editora Mandacaru.

Concurso Poiésis EternizArte

EternizArte
Ler conteúdo completo
Indicados para você