[ editar artigo]

Um novo jardim!

Um novo jardim!

Um novo jardim!

Li e reli, que quando um corpo
antes do primeiro toque se arrepia
é que a alma já disse sim
E o frio na barriga, aquele medo
simplesmente inexplicável
é o prelúdio... um sinal, um aviso
para que as borboleta possam vir
Afastando as preocupações
na espera que o amor floresça
nascendo assim, um belo jardim 
Mil cores, sol e chuva, calor e frio
todas as essências e perfumes
um amor eterno, pedido e sem fim
(DiCello, 01/09/2020) 

 

EternizArte
Marcelo Fouquet Rosembrock
Marcelo Fouquet Rosembrock Seguir

Poeta, viajante, observador, amante do belo, romântico por natureza, intensidade sempre foi a minha essência. Escrevo com alma, com coração cada um dos meus poemas. Assim sou eu... uns gostam, outros atiram pedras, mas quando escrevo, sinto leveza!

Ler conteúdo completo
Indicados para você