[ editar artigo]

Tu és crente?

Tu és crente?

Ela vestiu sua saia coladinha torneando as curvas do seu corpo, juntou-se com as amigas e disseram vamos o culto vai começar. Suas amigas usavam mini-saias que ao sentar exibiam suas lindas pernas bem torneadas e cheias de sensualidade e sedução, caminhavam na passarela da igreja. Olhares famintos dos irmãozinhos a devoravam durante o culto, e pouco se ouvia o que estava sendo pregado. Ao término do culto, alguns irmãos comentavam nossa as igrejas de hoje nao tem mais milagres, curas, e o outro respondia sim porque será? Enquanto caminhavam as moças pelo um caminho de volta pra casa, comentavam sobre suas maquiagens, outras diziam você viu como os homens olharam pra mim sou poderosa!!! Riam muito davam tapinhas no bumbum uma das outras, despertando sedução e fantasias aos que estavam ao seu redor. Derepente um homem na rua faz a seguinte pergunta? Ei moça tu és crente? E aquela pergunta foi como se fosse um tapa na cara o despertar de um sono, todas envergonhadas puxavam suas saias curtas para cobrir suas pernas, e as de vestidinho coladinho se encolhiam sem graça, o homem continuou dizendo eh que na bíblia conta a história de uma grande meretriz, eu nao sou crente mas já li. Apavoradas e envergonhadas mas um grupo de meninas evangélicas saem quase que correndo para casa sobre as risadas dos demônios que diziam essas são nossas.

EternizArte
Everaldo Ferreira.
Everaldo Ferreira. Seguir

Eu sou aquele que caminha na arte da escrita. ef785997@gmail.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você