[ editar artigo]

SEJA LÁ ONDE FOR...

SEJA LÁ ONDE FOR...

Há um sonho latente em cada pulsar

Uma alma perdida que eu devo acalmar
Ou só uma vida precisando voltar
Algo esquecido que eu possa buscar
Um amor solitário para me apaixonar!
 

Então, terei que me fortalecer,
Um sonho novo, voltarei a viver

Alguém carente pra eu proteger

Uma alma que necessite o querer

Que se entregue inteira ao prazer.
 

E, sua entrega eu consiga retribuir

Talvez assim, o sonho continue a fluir

Uma sensação que não precise fingir

Que toda a vontade deseje dividir

Um outro revés, eu não preciso sentir

 

Só desejo um sol, que me dê seu calor
Mais um prazer que não me cause a dor

Uma luz que ilumine e me de seu furor

Que essa paixão talvez vire em amor!

Alguém junto a mim, seja lá onde for...

 

Márcio Paz Martins

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você