[ editar artigo]

Ruptura

Ruptura

Na vida não se repara muita coisa né? 
Sempre tento reparar as coisas, fortificá-las 
como quem quer esconder as rachaduras de um prédio com um sorriso. 
Esses vãos, meu em vão...
Mesmo com todo o esforço é exatamente isso. 
O gasto de saliva, a voz penetrando os tímpanos, 
as ondas sonoras ecoando até se desfazerem,
pertencerem ao tempo, 
transitando pro vácuo. 
Essa sensação tempera um muito de tudo. 
Se a voz não grita, o olhar grita 
e se berra, trasborda mares.

#Poesia #Concurso #Eternizarte

EternizArte
Jeniffer Silva dos Santos
Jeniffer Silva dos Santos Seguir

Hey! Eu sou apenas uma escritora de contos e poesias. Amante de música, origamis, fotografia e design.

Ler conteúdo completo
Indicados para você