[ editar artigo]

Poema de guerra

Atemporal é a morte

Ainda em campo de batalha

Que ressoa aos ventos o som da desesperança

Na vasta vida andam-se os corajosos

Em busca do amor para curar esta terra

Pelos olhos de cada um as lágrimas se fazem presente

Ponderando aqueles que tem esperança

Ressoa-se a vida, além de mim e de ti

Traze-as a poesia de volta

Liberta-nos das prisões contemporâneas

Pois ainda é tempo de sonhar

- Lais Mendes

EternizArte
Lais Mendes
Lais Mendes Seguir

Laís Mendes nasceu no ano de 2001 e possui uma grande paixão por literatura. Estreou-se no wattpad em 2016 e desde então não parou de escrever. No presente, divide o seu tempo entre a escrita e a faculdade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você