[ editar artigo]

O FIM DAS QUATRO ESTAÇÕES

O FIM DAS QUATRO ESTAÇÕES

Eu te falei que sentirás a minha falta...

Quando o verão chegar e abrires a porta

O calor te fará ver que nada mais importa

Saberás que falei sério, não há mais volta...

 

Prenunciando algo novo, chegará o outono

Então, vais estar entre dois momentos...

Restará o frio, te abraçando na dor

E o vento, soprando de vez o meu amor

 

No inverno impiedoso, será ainda pior

Sem meu abraço, sem rumo, iras penar

Lembrará de quando eu ficava a te abraçar

Daí terás a certeza, perdestes o meu melhor

 

Por derradeiro então, entrará à primavera...

E não poderei mais regar o teu jardim

Ficará com os espinhos, sem flores no fim

E, se alguma semente brotar, logo irá secar...

 

Márcio Paz Martins

M. Frank

Ler conteúdo completo
Indicados para você