[ editar artigo]

FASE e VIDA

FASE e VIDA

Por onde recomeçar quando não se sabe? Quando você está no escuro e se acomodou de tal forma que levantar-se é como levar um soco no estômago? Se existisse uma receita, o mapa da coisa toda, ou um algoritmo, certamente não nos dariam em uma bandeja com morangos e chocolates. É provável que se você nesse momento esteja atrás de respostas e se encontre perdido e incapaz de avistar possibilidades, é porque já conhece ou está conhecendo o amargo sabor da fase árdua da vida. Fase? Sim. Não podemos julgar e nem desmerecer o dom da vida por um período a qual ficamos no alento, devastados e em estado deplorável de dor e infelicidade. Acredite, todos nós, chegaremos a uma fase "x" da vida onde seremos testados, massacrados, destruídos e incrivelmente reconstruídos se assim permitirmos, apesar de tudo. Infelizmente ninguém sai ileso quando a vida nos põe a prova. Alguns logo conseguem achar o caminho de volta para casa, no entanto, outros se perdem e dificilmente se encontram após o fim da tempestade. Você já parou para observar a chuva? O dia está tranquilo, o sol para quem gosta está perfeito e do nada o céu desaba sobre nossas cabeças, gotas de água caem e molham o nosso chão seco. Certamente não nos preocupamos, pois é só chuva, em algum momento vai passar e você aguarda até que passe e o sol volte. Mas e quando com ela vem a tempestade? Você procura um lugar seguro para ficar, e sentir medo faz parte quando se está procurando refúgio, faz parte do processo. Do nada, o local a qual você acreditava ser seguro não é mais, isso porque o teto começa a desabar e você não tem mais a que segurar, a não ser em si próprio, então corre para debaixo de uma mesa e torce para sobreviver, mesmo sem muitas possibilidades naquele momento, você quer viver e isso é um passo primordial para quem está lutando, querer é a ferramenta que todos nós deveríamos ter em nosso kit de primeiros socorros. Assim é o nosso processo de existência, a vida às vezes é uma chuva leve, outrora é uma feroz tempestade. Não há como saber em qual dia o nosso teto irá desabar, mas temos em mãos a decisão de quando vamos sair para tomar banho de chuva. A vida tem um propósito, e ela é uma professora e tanto, essa é a sua função, nos ensinar a viver e ao mesmo tempo a sobreviver. Ela nos impõe provas, mas somos nós os responsáveis em passar por cada uma delas à nossa maneira. Acredite, viver é um dos presentes mais lindos. Se nesse momento você está se sentindo sozinho, com medo, desesperançoso e talvez com ódio do mundo e de tudo que há nele, quero que saiba que você é mais forte do que dizem e muito mais do que você próprio imagina. Existe uma barreira que todos nós devemos derrubar e essa barreira se chama ausência de amor próprio e de perdão, antes de perdoarmos outrem, devemos aprender a nos perdoar. Não precisamos de ninguém que também não precise da gente. Mas precisamos de nós mesmo, precisamos disso todos os dias. Por isso, antes de qualquer coisa, abrace a si mesmo, pratique o autoconhecimento e a solidão não será mais um problema. É assim que começamos a sair para tomar banho de chuva, e entendemos que o mundo mais bonito é aquele que temos dentro de nós. Talvez o seu esteja um caos agora, mas acredite, nunca é tarde para arrumá-lo e você precisa, no entanto, tudo isso parte muito do querer. Você é forte, é capaz e tem vida pulsando em suas veias. Tem ferramentas para recomeçar, mas a questão é: você quer? Se abrace. Não existe uma receita, mas existe um ponto de partida, descubra o seu.

EternizArte
Ana Klicia Marães
Ana Klicia Marães Seguir

Jovem TI, textos e códigos, coluna de sra. de 80 anos, degustadora de cerveja, apaixonada por citações e música, admiro muito a dança, mas não sei dançar. Adoro correr, ainda mais se for de problema. "Eu sou o detalhe mais bonito que existe em mim"

Ler conteúdo completo
Indicados para você