[ editar artigo]

Elos de um amor milenar

Elos de um amor milenar

Nosso amor foi escrito nas estrelas como uma canção milenar, um lindo conto para enfeitiçar os corações separados pelas noites geladas da lua vermelha.

Nem sempre estivemos lado a lado, e a distância que nos separava desmontava aos poucos todos os alicerces que nos uniam.

Separados bruscamente, duas almas apaixonadas que o tempo não conseguia unir. Entre uma estrela e outra existia uma separação. Milênios para entrelaçar esses corações. 

O vento soprava lentamente como uma brisa quente de amor, quando uma alvorada resplandeceu naquela noite. Era uma chuva de pétalas vermelhas reluzentes como um rubi. 

Dois corações foram se unindo na galáxia como uma dança nas estrelas, um pedido que fora lançado ao vento entrelaçou suas almas. 

A oração aos deuses finalmente foi ouvida e o sacrifício desse amor foi a despedida eterna de que somente a cada milênio eles se encontrariam mais uma vez para se amar.

E assim um conto de amor foi construído, uma estrela a cada milênio brilha como um rubi indicando que o casal apaixonado estão se amando perpetuamente.

É  a lua vermelha, intensa como a chama de uma paixão. Capaz de  unir dois corações que esperam o momento de enlaçarem suas almas em um só coração.

EternizArte
Suh Brito
Suh Brito Seguir

Amo escrever desde criança. Sou apaixonada por poemas, poesias e contos. E a cada dia me enfeitiça mais. Amo músicas e principalmente instrumentais. Amo também me deliciar com a linda melodia de um piano e violino.

Ler conteúdo completo
Indicados para você