[ editar artigo]

Durma...

 

Tudo bem, volte a dormir

Não há mais monstros

Eles fugiram para as cavernas.

Tudo bem, feche os olhos e vá ao mundo dos sonhos.

Nos sonhos os monstros não existem.

Tube bem, fique quietinho e durma.

Debaixo do cobertor não há terrores

temores e a escuridão não é perversa.

Tudo bem, não tenha medo.

A mão não te fará mal.

Os monstros foram embora.

Nem fazem mais guerra...

Tudo bem, vai ficar tudo bem se dormir.

Os monstros...

Não deixarei que voltem aqui.

A mão, a minha mão vai cobrir teus ouvidos se os monstros vierem.

Mas, tudo bem, eles não vão vir.

Os monstros não nos querem mais. Agora querem a si mesmos.

Aterrorizam a si mesmo.

Como os monstros que são.

Por isso, volte a dormir.

As estrelas no teto vão se apagar quando o sol acordar.

Elas estão cansadas.

Brilhar a noite inteira cansa

então durma

e elas dormirão também.

 

EternizArte
Bianca Blauth
Bianca Blauth Seguir

Alguém cujo jardim ainda está florescendo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você