[ editar artigo]

Dor do alheamento

Dor do alheamento

 

Percebo teus sentidos,

assevero teus pensamentos,

entendo teus sentimentos,

embora, presos ao alienamento.

 

Mas, jogue com altivez tal jogo,

viva tua vida sem estorvo,

siga convicto até o apito final,

pois, afinal é o que importa.

 

Crises, naturalmente existem,

mas, pouco ou nada importam,

pois, os sentimentos resistem

e, até, às dores suportam.

 

Afronte tuas chagas, sem lamento,

com vigor resista ao sofrimento,

pois, a verdade é o teu acalento

para essa dor do alheamento.

 

https://kotter.com.br/loja/isolamento-do-caos-ao-imaginario-helio-valim/

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você