[ editar artigo]

Do agora

Do agora

Eu já sinto de outros modos minhas vontades
Já não são mais carnívoras , tangíveis ou de amores
É mais de alma, de calma e de sonhos
De gostos simples, de ares brandos
Tem essa coisa de qualificar a vida das pessoas que estão nessa bagagem vasta do meu coração - pra todo o sempre
De melhorar o caos das horas com gargalhadas sem censura
De esquecer o óculos quebrado num canto
querer mudar, mas continuar escrevendo


Poetisar os dias, não é uma alternativa
É um estado do pensamento pra aguentá-los 
e, de certa forma, perpetuar as memórias
faço isso sem perceber e só percebo quando o faço

EternizArte
Jeniffer Silva dos Santos
Jeniffer Silva dos Santos Seguir

Hey! Eu sou apenas uma escritora de contos e poesias. Amante de música, origamis, fotografia e design.

Ler conteúdo completo
Indicados para você