[ editar artigo]

Café e afetos

Café e afetos

Cheirinho de café saindo do bule
Amigo chegando sem avisar
Pra fazer o que ia ser bom melhorar

Encontrar um amigo
É que nem moer café na hora
Deixa o ambiente gostoso de estar

Na fumaça da água fervendo, vão surgindo memórias
Pescaria, jogo de bola, filme e pipoca, soltar pipa, viajar...
Os sentimentos vão passando pelo coador da conversa
E ganhando mais sabor

No desabafar do que estava preso
Vão se moendo as dores da vida
As canecas se esvaziam
Preenchendo o coração

Que saudade eu sentia e nem sabia
De um amigo
Pra dividir um café
Uma prosa e uma emoção.

Ler conteúdo completo
Indicados para você