[ editar artigo]

AGOSTO

AGOSTO

 

Faça algo que tenha gosto,

Estamos no mês de agosto,

Mês do cachorro louco.

Mês dos homens que fazem filhos,

Filhos que fazem filhos.

Mês dos que deixam para pensar

O que deveriam ter feito

E não fizeram.

Ainda é inverno,

Terno, gravata e cachecol,

Um pouco de cafe ou álcool.

De primeiro a 31, tanto faz,

Não faz mal, tudo é igual.

Agosto, mês do desgosto,

Esgotos a céu aberto.

O diabo está certo,

Mais perto de nós

Que o céu.

Agora ou amanhã,

Só atrasa o movimento

Do suave pensamento

Que não chega,

Que não chega

Nem perto de nós,

Porque é agosto,

Mês de desatar os nós.

 

#Concurso #Poesia #Eternizarte

EternizArte
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE Seguir

Santista, morando em Floripa. Música, cinema, teatro (não faço nenhum dos três, mas gosto). Escrevo há muito tempo, quem sabe um dia eu aprendo. Tenho bons vícios, ler, sonhar e viver o que me é possível, sempre acreditando que a cura virá ...

Ler conteúdo completo
Indicados para você