[ editar artigo]

A MENTIRA DO VERÃO

A MENTIRA DO VERÃO

O verão é uma mentira para subtraí toda obra derivada de ti. O teu suor marca tua história e tudo que um dia será esquecido. Tu viverás e morrerás pelo o mar. Do pó você veio, para ele voltará, dessa vez serás tu que será sugado por outro alguém que está no aguardo. Tudo acaba, meu amor, inclusive a fuga que tu tanto buscou. A morte é uma dadiva, mas também é um castigo, mesmo no verão. Se renda enquanto o tempo não muda. Beije, transe, fume... Seja intenso antes de cair. Digo isso porque a queda sempre acontece, mesmo no verão. Sei que tu tem teus amores, eu também tive os meus. O amor é a dor que te corrompe, mas também é o que te liberta. Acredite no amanhã, mas não espere por ele. É um erro. Você sabe disso. Se tiver que se atirar, faça isso agora. Viva ao menos um verão da tua vida. Seja amando um turista ou um amigo. Seja algo que se pede bis. Nada muito sincero, mas algo que marque a ti como marcou sujeitos de outras eras

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você