[ editar artigo]

A FORMIGA E A CIGARRA

A FORMIGA E A CIGARRA

 

Cigarra: “Companheira, não te cansas

Do teu trabalho físico incessante?

O teu celeiro já não é bastante

Para uma vida inteira de bonanças?”

 

Formiga: “A luta e a força são heranças

Da minha descendência, a todo instante!

Trabalho é, para nós, tão importante,

Que nós não ansiamos por mudanças!”

 

E prosseguiu, no seu labor sem fim,

Ouvindo os ecos... ecos da cantiga

Da companheira, em sua eterna farra...

 

Porque o mundo necessita, enfim,

Do exemplo do trabalho da formiga,

Do alento da cantiga da cigarra...

Ler conteúdo completo
Indicados para você