[ editar artigo]

A Dívida da Dádiva

A Dívida da Dádiva

No passar das Horas,tudo está em corrosão.
Mente,pele,disposição e toda a agilidade ,que lhe era Digna por natureza.
A Máquina viva,perde a parcimônia com a vitalidade.
O Alimento combustível,não é mais suficiente para com estímulos.

No consumir das Horas,tudo perece.
O Vento sentido...,é desgaste.
Marcas do "encanecido", podem ser encobertos,não ludibriados.


Pensamentos que mudam;...aplicadas concessões.
A Dádiva,agora é dívida.


Não aproveite seus dias;
Aproveite suas Horas.

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você