[ editar artigo]

A descida da poesia sobre os poetas

A descida da poesia sobre os poetas

 

Meninos eu vi
A poesia chegando como vento
Trazendo conforto e tranquilidade
Mansa como uma ovelha
Pousa na folha de papel.

A poesia
Insuflar-lhe o dom da inspiração
Coroar-lhe a ideia dos poetas
Ela acalma a nossa insegurança
Possui o dom da cura através da leitura.

Meninos eu vi
A poesia surgindo da ponta do lápis
Saindo dos livros dos poetas românticos
Nos galanteia com doces palavras
Tem a simplicidade das crianças

Ela nos depura com a sua voz
Afasta de nós toda cólera
E bloqueia toda a crendice da ciência
Não acredita em superstição.

Ela desce na cabeça dos poetas
Como Espírito Santo
E flui como água purificadora
Ela é a glória dos poetas.

EternizArte
André R. Fernandes
André R. Fernandes Seguir

Graduado em Letras pela Universidade Nilton Lins. Professor de Literatura, Gramática, Redação e Revisor de Textos. Pós-graduado em Docência da Língua Portuguesa pela Escola Superior Batista do Amazonas - ESBAM. Preparando-se para Mestrado...

Ler conteúdo completo
Indicados para você