[ editar artigo]

A Cripta dos Dizeres

A Cripta dos Dizeres

Em meu aspecto Bestial,não uso o artifício desejo do Pugno adiar da fome ou uma fuga extinção desse Limbo,pois mesmo em animal forma,possuo a dotada Senciência do obumbro.
À vista disso,me apoio nos ombros do Mundo,em um destino Apadrinhado pelo Lunar.
Me locomovo em velocidade desigual a comparo de qualquer Ser vivo,tenho uma afortunada e soberana força,olfato e visão .

Sob o reger indômito,desafio destemidos Humanos e suas Armas,bravatas de um caçador e sua crença, sustentada na Prata.
Minha Audaz e nula distinção de presas,à sua queda abate,meu brindar com entranhas doces e temperadas com Luta e Medo.
Meu prezado cuidado,a alicerce lei, não passar o infortúnio adiante,a desconhecidos,a não escolhidos.


"-Temas ,apenas o Tecnológico avanço Humano e a descuido exposição"



Nessa memória e escrita lição; antes de minha cigana partida,deixo a autorização repasse aos meus jovens irmãos da Caligem.

 

A ejeção ao Ofício Morte,jamais foi preterido ao meu ser.Nunca fui prolixo para com os escolhidos,sempre dei a eles ,o menor dos sofrimentos-a Maldade,ergue-se em quem não possibilita súplicas.
Essa, é minha sumidade,minha dessemelhança.

O sucro partir,era Contemplado com maçãs em palmas mãos,o ruborizar no corte das metades, aumentava o exalo do aclarar.
A libertação interna do pecaminoso.
Insânia, para mentes aprisionadas-Um Emissor ás demais.

 

 

 


*Mesmo com o Manifesto Humano,sobre uma absoluta gerência em sua livre vontade do querer e estar,somos impostos a uma lei desconhecida,um preceito que negamos ao nosso ser,essa rejeição causada pela fobia ou um simples temor do indivíduo,nos remete à contradição,da busca pela vigência Divina.

O Abalo da Alma,vem do estilhaço da certeza,um advento Exacerbado a um "pobre" e pacato caritativo.
A "inabilidade" da "criação",cede ao Ser,a renovação da aceitação ou a intuito ação do descaso de si.
Alguns, optam pela motivo razão;a melhoria do Espírito ou o Pedido Perdão-mas àqueles que percorrem o caminho do oposto,dá ao Mal, um serviçal.


Aos que sempre percorreram a Estrada do verdadeiro,do respeito para com semelhantes,e sofrem com o obscuro,do Encoberto "Hóspede das Trevas",ainda permanece um mistério !!.

 

 

 


O Descortinar


eis de ser somente um servil
és uma missiva aos que pugnam em flancos
etéreos ou Bestiais

não terás a relevância de um súpero

será Honroso
contra as espadas incandescentes
ou às Trombetas vigentes

em sua brigada
denotar o quão Temerário és

Falharás em conjecturar
à premissa de seu promissor

Às Hordas
não há insonte

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você